Cecília Meireles




Ou Isto ou Aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.



Imagem: Starry Night

3 comentários:

  1. Anônimo16:14:00

    Amo de paixão esse poema....
    Ah se pudessemos ter tudo...
    Contudo há momentos que a escolha não é nossa e não sobra nem isto nem aquilo.

    ResponderExcluir
  2. puxa, eu amo esse...

    Sabe que venho, e de novo, e novamente.

    Só não me vem o poema que prometi.
    Mas não esqueço!

    dia mais, dia menos, chega mail para você

    grande abraço

    ResponderExcluir
  3. Anônimo07:06:00

    Essa facilidade de expressão que me atrai na obra da Cecília. Simplesmente divina.

    ResponderExcluir

Não fazemos censura prévia mas os exageros serão deletados.