Cecília Meireles




Ou Isto ou Aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.



Imagem: Starry Night

3 comentários:

darlene disse...

Amo de paixão esse poema....
Ah se pudessemos ter tudo...
Contudo há momentos que a escolha não é nossa e não sobra nem isto nem aquilo.

Mimi disse...

puxa, eu amo esse...

Sabe que venho, e de novo, e novamente.

Só não me vem o poema que prometi.
Mas não esqueço!

dia mais, dia menos, chega mail para você

grande abraço

Mário disse...

Essa facilidade de expressão que me atrai na obra da Cecília. Simplesmente divina.