Kátia Drummond




Insensato coração

Quisera ver o limite
dessa dor que se permite
tanto assim me maltratar.

Quisera ter seu tamanho,
para sem perda nem ganho,
simplesmente, suportar.

Coração, vê se agüenta!
Não desespera. A tormenta
a qualquer hora vai passar.

Afinal sê como a lua
que abandonada e nua
põe o sol no seu lugar.

Se tudo no firmamento
tem o tempo do momento,
coração, pra que chorar?

Chega de tanta aflição.
Dorme um pouco, coração.
Vê se consegue sonhar!


Imagem: Al Magnus



2 comentários:

Sônia disse...

Coração, vê se agüenta!
Não desespera. A tormenta
a qualquer hora vai passar.

ai...ai

darlene disse...

Vai mesmo?...