Cecília Quadros




Emoção de amor

Emoção de amor... como me trava!
Quanto maior o desejo, maior a fuga das palavras.
E a poesia que transborda da alma
para o papel não passa...
Não se concretiza,
como o beijo sonhado, as carícias, o abraço,
pois diante do amor... me travo.
Desvio olhares, seguro gestos,
Freio desejo... me apago
E a ânsia de amar, assim permanece:
só desejo de amar
pois o amor em si... me assusta
... e escapo


3 comentários:

darlene disse...

'Pois o que
Tenho de melhor
Hoje são os desejos,
Que sinto, que me
Permito ter.'

Adorei!!!!

darlene disse...

rs...tinha outro poema aí...
mas esse final é interessante:
'pois o amor em si... me assusta
... e escapo'

Sônia disse...

Gosto dessa imagem.
Pena que não da pra ver o olhar dele.