Priscila de Loureiro Coelho






Anseios

Seu toque, que apenas imagino
Provoca em mim arrepio
Embriagando-me de desejo
Sua ausência é desatino
Que torna meu corpo tão frio
Desejando o calor de seu beijo

Sua imagem me vicia
Construída na imaginação
Com toques de obra prima
A alma explode em alegria
Vibrando o tom da paixão
Que com você ela rima

Sua presença preenche o vazio
Que ocupa meu espaço
Causando-me leve torpor
Um sobressalto tardio
Suspende todo cansaço
Num laço apertado de amor...



☼ Para Darlene.

Um comentário:

darlene disse...

Que presente belo, Leo. Ao som dessa música então e e tirar o fôlego.
obrigada pelo seu carinho, sempre.
Te adoro.
É de encher a minha bola....rs