Manuel Bandeira





Quando estás vestidas

Quando estás vestidas,
Ninguém imagina
Os mundos que escondes
Sob as tuas roupas.

Assim, quando é dia,
Não temos noção
Dos astros que luzem
No profundo céu.

Mas a noite é nua,
E, nua na noite,
Palpitam teus mundos
E os mundos da noite



Imagem: Hataiia

Um comentário:

Sônia disse...

É mesmo. Ninguém imagina o que cada um esconde sob as roupas...a surpresa pode ser boa, ou não...rs