Marta Viana






Bicho humano

Que ridículo
O bicho domesticado!
Aprendeu a pegar no garfo,
Aprendeu a marchar no compasso,
Aprendeu a dizer "muito obrigado..."
Segue o que não decide,
Proíbe o que exige.
Herda uma porrada de merda,
Se ajoelha, faz eterna a queda.
Acha que ama a pessoa certa,
Acorda cedo,
Vê vazia a coberta.
Vai à missa,
Assiste televisão,
Critica, imita,
Perde a razão.
Que ridículo
O bicho domesticado!
Aprendeu a falar baixo,
Aprendeu o que é certo e errado.
Coitado!
Foi empalhado calado.





Nenhum comentário: