Do Chico para o Chico





Homenagem Ao Malandro

Chico Buarque

Eu fui fazer um samba em homenagem
à nata da malandragem, que conheço de outros carnavais.
Eu fui à Lapa e perdi a viagem,
que aquela tal malandragem não existe mais.

Agora já não é normal, o que dá de malandro
regular profissional,
malandro com o aparato de malandro oficial,
malandro candidato a malandro federal,
malandro com retrato na coluna social;
malandro com contrato, com gravata e capital,
(que nunca se dá mal).


Mas o malandro para valer, não espalha,
aposentou a navalha, tem mulher e filho e tralha e tal.
Dizem as más línguas que ele até trabalha,
Mora lá longe chacoalha, no trem da central




5 comentários:

Joãozinho do Adelaide disse...

Tem outras muitos boas como APESAR DE VOCE E QUEM TE VIU, QUEM TE VÊ. Chico é velho amigo de ditadores (Fidel) e populistas Lula) e, certamente, não iria mudar agora.
A Geny agora tem companhia. Bosta neles.

Serra 45 disse...

Chico é um dos q sempre usufruiram das tetas da lei Rounett e patrocinios federais. já tá pensando na aposentadoria. mnalandro agora é federal ushaushagaushsga serra 45

darlene disse...

Eu gosto tanto do Chico. Como ele pôde?

Tacilda disse...

todo homem tem seu preço. breve veremos o do chico.

Léo Scartezzine disse...

O primeiro comentário foi de minha autoria ironizando o apelido de Joãozinho do Adelaide, que Chico usava na época da ditadura para esconder-se da censura. Época boa em que a integridade não tinha preço.