Jorge Viegas





O Fio da Vida


Recordações,
Electrizantes momentos vividos
No espaço intimo das emoções

Sensações,
Esvoaçantes desejos sentidos
No caminho das ilusões.
Fascínios,
Naturais brilhos íntimos
Que iluminam a melodia da vida.

Propostas,
Para o voo rasante
Do sonho perfumado e musical.

Respostas,
Para a luz embriagante
Da estrada da sombra sensual.

O tempo,
Espaço translúcido viajante
De silêncios inspiradores.

O vento,
Cântico azul navegante
De sentidos arrebatadores.

Impérios,
De gestos puros anunciados
E virgens almas esculpidas.

Mistérios,
Cobertos de perfumes iluminados
E doces sombras adormecidas.


Imagem:Rakesh Bsya




3 comentários:

darlene disse...

Ai ai...
Sinto-me previlegiada por ter boas lembranças.

Léo Scartezzine disse...

Sugestão de excelente gosto de Sônia. Obrigado, anjo.

Sônia disse...

rs...fiquei vermelha...rs