Maria de Fátima Maia






Mas a essência que o tudo de ontem
(que é o nada de hoje)
tem
o tudo de hoje poderá ter
e ser nada amanhã
também



Art X



3 comentários:

Sonia disse...

Faz sentido...

darlene disse...

Pois deu no mesmo...

Sonia disse...

Essas imagens que o Léo coloca, é uma viagem!