José Telles





O dilema dos encontros

Um tempo
em síntese
encurta o meu silêncio
e adormece
as vivências que já tive

As horas
em desmaio
contraem os meus dias
querendo
ir embora a qualquer custo

Há uma
ventania do tempo
abraçando o meu silêncio
pelas costas
num espaço muito curto

Há um Eu
formatando cálculos
em círculos ou simulando
números em
minúsculas fórmulas de vida

Há um
começo e um fim
fundido em paralelas
na pressa dos meus
poemas ou no dilema dos encontros.


Imagem: Aleksandar Bvasic

Um comentário:

Sonia disse...

Há uma ventania do tempo
abraçando o meu silêncio pelas costas num espaço muito curto...
Que lindo...rs...ai...ai...