Alceu Valença / Sala de rebouco





2 comentários:

darlene disse...

Porreta, nossas raízes são surpreendentes,esse ritmo embriaga e convida a entrega.

Sonia disse...

É...dá vontade de dançar!