Um comentário:

Darlene disse...

Serio? enquanto há vida há esperança...